fbpx
PT    
   (+351) 220 108 000       anje@anje.pt            

No passado dia 31 de março teve lugar a 1ª edição da Jornada Transfronteiriça de Networking entre Empresários e Cientistas da Universidade do Porto e da Universidade de Santiago de Compostela. O evento foi organizado pela ANJE e pela Universidade do Porto e decorreu no âmbito do projeto Spin Up, que tem como propósito fomentar a criação de spin-offs e start-ups a partir de resultados de investigação. Estiveram presentes perto de 50 pessoas, entre cientistas, empresários e membros da organização da jornada.

As boas-vindas foram protagonizadas por Luís Vale (Diretor Nacional da ANJE), Joana Resende (pró-reitora da Universidade do Porto) e José Luis Villaverde (Diretor da Valorização, Transferência e Empreendedorismo da Universidade de Santiago de Compostela).  Todos foram unânimes em considerar imperiosa a ligação do meio empresarial ao meio académico, bem como no atual empenho dos cientistas em colocar a ciência ao serviço das empresas.

Seguiu-se o primeiro painel da tarde, que contou com a presença de Katiuska Cruz. A Coordenadora da Transferência de Tecnologia e Empreendedorismo da ANI – Agência Nacional de Inovação abordou a importância, no contexto atual, da I&D e Inovação para as empresas, na perspetiva de melhorar a sua performance. Foram também apresentados os instrumentos financeiros que a ANI disponibiliza para o efeito.

A Universidade do Porto e a Universidade de Santiago de Compostela apresentaram, depois, dois casos de estudo onde está patente a transferência de conhecimento e tecnologia do meio académico para as empresas. No caso específico da U.Porto, por exemplo, o investigador da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, Carlos Manuel Pereira, e o Diretor-Geral da SARSPEC, Ricardo Sousa e Silva, deram nota da perfeita simbiose entre as duas organizações, demonstrando o que de melhor se faz na indústria com a investigação desenvolvida no meio académico. Ambos os casos de estudo espelharam a necessidade do reforço da inovação nas empresas enquanto fator critico para a sua sustentabilidade, num quadro de profunda incerteza, imprevisibilidade, rápida evolução da tecnologia e inegável mutação do mercado.

Importância de unir os dois mundos

A segunda parte do evento contou com sessões de networking entre empresários e cientistas, fruto de uma pesquisa exaustiva da organização do evento para encontrar ligações ideais. O objetivo em mente foi sempre juntar, a uma determinada empresa inscrita no evento, o/a cientista que possua o conhecimento necessário à prossecução do objetivo da empresa ou até que tenha já desenvolvido, ou esteja a desenvolver, uma tecnologia que dê resposta ao que a empresa procura.

Os encontros revelaram-se muito profícuos, tendo muitos deles resultado na marcação de novas reuniões, o que indica que o caminho começa a ser trilhado.

Em suma, toda ao a Jornada Transfronteiriça de Networking teve como foco a importância da ligação entre empresas e universidades, demonstrando-se que o conhecimento gerado no meio académico não está só ao alcance de grandes empresas. É imperioso valorizar o conhecimento produzido nas universidades as quais, cada vez mais, procuram produzir ciência para alavancar a competitividade das empresas.

A ligação entre os dois meios depende, essencialmente, de as empresas estarem motivadas para identificar as principais áreas científicas e tecnológicas relacionadas com os problemas e desafios que pretendem resolver, por via da investigação. E, por outro lado, os cientistas terão todas as vantagens em serem suficientemente ágeis e pragmáticos no processo devendo ser, também, compensados pelo trabalho árduo desenvolvido.

A iniciativa será para repetir ainda este ano. Mais informações em breve.

O projecto SPIN UP é financiado pelo Programa INTERREG Espanha – Portugal e é um consórcio entre a ANJE, a Universidade do Porto, a Universidade de Santiago de Compostela por via da UNNINOVA – Sociedade Para a Promoción De Iniciativas Empresariais Innovadoras S.L., Asociación Área Empresarial Do Tambre, IGAPE – Instituto Galego De Promoción Económica, Cámara Oficial De Comercio, Industria, Servizos E Navegación De Santiago De Compostela.