fbpx
PT  |  
   (+351) 220 108 000       anje@anje.pt         

Empresário de 38 anos ligado à restauração e à saúde

Nova Direção Nacional quer reforçar o posicionamento da Associação enquanto “hub de referência do ecossistema empreendedor” português, sem esquecer o apoio às microempresas low-tech e às PME dos sectores tradicionais

Alexandre Meireles foi eleito presidente da Direção Nacional da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, instituição pioneira na promoção do empreendedorismo jovem no nosso país. Com 38 anos e um percurso ligado aos sectores da restauração e da saúde, Alexandre Meireles vai liderar a ANJE durante o triénio de 2020-22, tendo ao seu lado, como vice-presidentes, Manuel Mota (membro da Comissão Executiva da Mota-Engil), Francisco Mendes (CEO do Grupo VPM) e Hugo Vieira (fundador e business manager da Three Clover).

Na cerimónia de tomada de posse – em que estiveram presentes os secretários de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor e do Planeamento, João Torres e José Gomes Mendes, respectivamente, bem como personalidades da vida empresarial e associativa –, Alexandre Meireles comprometeu-se a reforçar o posicionamento da ANJE enquanto “hub de referência do ecossistema empreendedor, contribuindo desta forma para a criação de novos negócios, para a capacitação do tecido empresarial, para a promoção da inovação e para a transformação digital das empresas”.

A nova Direção Nacional garante, contudo, que a ANJE não deixará de prestar “apoio ao empreendedorismo low-tech, de forma a salvaguardar a importância socioeconómica que as microempresas e os negócios de proximidade têm no nosso país”. Outra das principais linhas estratégicas da Associação é “a promoção da transição para a Indústria 4.0, apoiando as PME nos seus processos de transformação digital”. Há também a intenção de continuar a trabalhar na “capacitação dos empreendedores, o que passa pelo desenvolvimento de competências críticas, designadamente numa futura escola de negócios – a ANJE Business School”. Tudo isto está, aliás, plasmado na ANJE 2025 – Estratégia de Empreendedorismo, documento aprovado pela Direção Nacional cessante.

De resto, a nova equipa dirigente pretende “prosseguir o rumo estratégico definido pela anterior Direção Nacional” e promete “dignificar e expandir” o património da ANJE na

promoção do empreendedorismo jovem. Neste sentido, a ANJE deverá continuar a ser “uma associação atenta aos problemas do empresariado jovem no seu todo, independentemente da dimensão, sector económico e estádio de desenvolvimento das empresas”, sublinhou Alexandre Meireles. Também é intenção da nova Direção Nacional manter a ligação da ANJE aos sectores tradicionais, nomeadamente à fileira moda. Para tanto, será feito um esforço para “reforçar a notoriedade do Portugal Fashion, quer no nosso país, quer no circuito internacional da moda”.

Nascido em Amarante em agosto de 1981, Alexandre Meireles licenciou-se em Engenharia Eletrotécnica no ISEP, tendo complementado esta formação superior com o Curso Geral de Gestão da Porto Business School. Entre 2009 e 2011 exerceu as funções de energy division coordinator no grupo Mota-Engil, tendo posteriormente abraçado a atividade empresarial. É cofundador e general manager da mykai Pokebowls, um negócio no sector da restauração desenvolvido a partir do conceito de poke (salada de peixe cru criada pelos pescadores havaianos). Paralelamente, Alexandre Meireles é CEO do Psicoespaço, um centro de desenvolvimento infantil e juvenil.

Os membros dos novos órgãos sociais da ANJE (Direção Nacional, Assembleia-geral e Conselho Fiscal) pertencem à nova geração de empreendedores e constituem casos de sucesso empresarial. Representam vários sectores de atividade económica e têm formações académicas, experiências empresariais e currículos profissionais muito diversos. Consequentemente, os novos órgãos sociais da ANJE dispõem de uma visão ampla dos desafios, obstáculos e expectativas com que vivem os jovens empreendedores portugueses.

Assim a Direcção Nacional é composta pelo Presidente – Alexandre Meireles (CEO do Psicoespaço), pelos Vice-Presidentes – Manuel Mota (CEO da Mota-Engil Africa), Francisco Mendes (CEO da VPM) e Hugo Vieira (Founder & Business Manager da Three Clover), pelos Diretores Nacionais – Inês Campos Costa (Associate Consultant da Insights Discovery), Luís Vale (Owner na ValeConsultores), Nuno Malheiro (Head of Global Sales na Tintex Textiles), Filipe Quinaz (CEO na Nuada), pelos Diretores – Norte – Carlos Carvalho (CEO na Adyta), LVT – Nuno Brito Jorge (CEO na GoParity e Presidente da Coopérnico), Centro – Gonçalo Sá (CEO da LaserLeap), Alentejo – Alexandre Relvas (Wine Producer na Casa Relvas) e Diretor – Algarve Juan Plabo Correia (Strategic Planner na Algardata) e pelos Directores Suplentes Patrícia Patrício (Co-Founder and Partner na Bn’ML), Manuel Mendes (Board Member na Notable Level) e José Diogo Teixeira (Senior Management na Inspauto).