PT | EN

SMART FINANCE

Sudoe
O projeto SMART FINANCE visa alavancar o financiamento inteligente de pequenas e médias empresas e empreendedores a operar nas regiões do Sudoeste da Europa, proporcionando o seu upgrade competitivo. As dificuldades das PME, das microempresas e dos empresários para aceder ao financiamento e simplificar a sua gestão financeira provocam o aparecimento “de excluídos financeiros”. SMART FINANCE propõe como solução a primeira plataforma transnacional de acesso e gestão do financiamento, que por outro lado será o primeiro ecossistema financeiro smart (baseado nas tecnologias da informação e da comunicação). A plataforma reunirá todos os atores chave do financiamento para oferecer às empresas alternativas de financiamento, de assessoria personalizada, de acompanhamento e de formação.
 
SETORES DE ATIVIDADE ELEGÍVEIS
 
1. Recursos hídricos (tecnologias para a gestão eficaz, desenvolvimento do potencial das economias, sistemas de distribuição inteligente, controlo de qualidade, sistema de irrigação ou aprovisionamento, entre outros);
 
2. Serviços ambientais (gestão e proteção de riscos e da biodiversidade) e energia (tecnologias de produção, distribuição e armazenamento a partir de fontes renováveis), qualidade do ar e controlo das emissões;
 
3. Turismo;
 
4. Biotecnologia e saúde (incluindo biomédica e farmacêutica);
 
5. Agroindústria e indústria madeireira;
 
6. Indústrias criativas (incluindo as indústrias culturais);
 
7. Indústria têxtil, do vestuário e do calçado;
 
8. Tecnologias industriais (processos, equipamentos, maquinaria e componentes);
 
9. Tecnologias da informação e telecomunicações (incluindo eletrónica e informática);
 
10. Multisetorial.
 
DESTINATÁRIOS
  • Administração central;
  • Administração local;
  • Administração regional;
  • Agências de desenvolvimento local;
  • Agências de desenvolvimento regional;
  • Associações de fabricantes;
  • Associações empresariais comerciais e industriais;
  • Associações profissionais / Associações interprofissionais;
  • Centros e parques tecnológicos / científicos;
  • Conselhos reguladores de denominação de origem;
  • Microempresa;
  • Outros;
  • ONG;
  • Outros centros de ensino;
  • Pequena e média empresa;
  • Universidades e centros de ensino superior.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Para consultar informações adicionais sobre o projeto clique aqui.