PT | EN

ANJE reforça serviços de incubação virtual

Shutterstock_2871116

A ANJE tem vindo a reforçar os serviços de incubação virtual que são suportados pelos 12 centros empresariais da associação e que possibilitam a empresas que não têm instalações próprias a utilização de tais infraestruturas enquanto base física dos seus negócios. Os escritórios virtuais vão agora muito além do acesso a um endereço comercial. 

Dividindo a oferta em três níveis distintos, cujo mais básico abrange a utilização da morada dos centros empresariais para efeitos de Sede Social, a receção de correio e o atendimento telefónico, a ANJE apresenta agora um serviço mais completo de escritório virtual, que permite que as empresas disponham, durante 25 horas mensais, de um espaço físico e usufruam livremente de Internet wireless. Este é o designado “Serviço Base III”, que junta as duas possibilidades referidas às vantagens já compreendidos pelo serviço intermédio, a saber: utilização da morada, número de telefone e fax na documentação da empresa; receção de correio e aviso imediato de correio urgente e/ou registado; atendimento telefónico e apoio administrativo; serviço de impressão e cópias de documentos; serviços de receção e envio de fax’s; e ainda utilização de sala de reuniões durante cinco horas mensais. 

Através dos escritórios virtuais, a ANJE pretende apoiar sobretudo as microempresas, designadamente startups, cuja atividade chega a não envolver mais do que duas, três pessoas, e não exige, ou não justifica, o investimento de uma infraestrutura física. Ainda assim, esta pode também ser uma solução para outras empresas, de maiores dimensões e em fases mais avançadas de desenvolvimento, que pretendem representar-se noutras regiões do país, através da criação de filiais. De resto, a possibilidade de utilizar as instalações dos centros empresariais para a realização de reuniões com clientes, parceiros ou mesmo colaboradores só vem justificar a pertinência da incubação virtual. 

A rede de Centros Empresariais da ANJE é atualmente constituída pelos Centros Empresariais da Maia, Matosinhos, Trofa, Barcelos, Aveiro, Lisboa e Vale do Tejo, Faro, Porto e Portugal Global (Porto). A missão destas infraestruturas é disponibilizar serviços de incubação de empresas – na vertente física e virtual – projetadas por jovens com idades compreendidas entre os 18 e os 40 anos, que procurem apoios para iniciar ou dar continuidade a uma atividade empresarial. 

 

Obtenha aqui informações adicionais sobre este serviço.

 

 
10.09.2011