PT | EN

International Director da ANJE encerra seminário da CPLP

O International Director da ANJE e Presidente da Federação das Associações de Jovens Empresários da CPLP (FAJE), Hugo Serra Lopes, defendeu a necessidade de melhorar a mobilidade (de bens, serviços e sobretudo pessoas) no espaço da lusofonia, o mapeamento do ecossistema empreendedor lusófono (para perceber as suas carências e oportunidades) e ainda a criação de redes de conhecimento e inovação empresarial entre os países de língua oficial portuguesa.
 
Estes foram os pontos fortes da intervenção de Hugo Serra Lopes no seminário intitulado “Contributo da Sociedade Civil para o Ano da CPLP para a Juventude”, que teve lugar a 20 de fevereiro, no auditório do Palácio Conde de Penafiel, em Lisboa. Refira-se que a FAJE foi coorganizadora da iniciativa, a qual se inseriu nas comemorações de 2019 como o “Ano da CPLP para a Juventude”. 
 
Refira-se que o seminário da CPLP contou também com as intervenções dos Secretários de Estado da Juventude e do Desporto e do Ensino Superior, do Embaixador de Cabo Verde em Portugal, do Secretário Executivo da CPLP e do Presidente da Confederação Empresarial da CPLP, entre outros dignitários. Foram debatidos dois temas em concreto: “Inovação Social e Negócios de Impacto na CPLP” e “Mobilidade Académica e Transferência de Conhecimento na CPLP”. 
 
No seu discurso de encerramento do seminário, Hugo Serra Lopes sublinhou que «a FAJE vê com muito interesse e agrado a celebração do “Ano da CPLP para a Juventude”. Trata-se de uma iniciativa que vai ao encontro da missão da FAJE, na medida em que traz os jovens para o centro da agenda para a cooperação no quadro da CPLP. Para nós, é fundamental que os jovens assumam um papel mais ativo nas dinâmicas de intercâmbio no espaço da lusofonia. Pela sua abertura, cosmopolitismo e saudável irreverência, os jovens podem de facto ser os grandes motores do aprofundamento das relações entre países da CPLP e contribuir decisivamente para o sucesso das políticas de desenvolvimento desta comunidade». 
 
A FAJE foi criada em outubro de 2016, durante os Estados Gerais do Empreendedorismo, promovidos pela ANJE. Congregando as diferentes associações de jovens empresários da CPLP, a FAJE procura fomentar as relações entre empreendedores lusófonos e dinamizar a cooperação económica no espaço da lusofonia, a partir de fatores críticos como o empreendedorismo e a inovação, o talento e a criatividade, o desenvolvimento tecnológico e a transferência de conhecimento.
21.02.2019