PT | EN

WE’BIZ Pitch: uma mão cheia de startups tentaram convencer investidora da Accel Partners

Destaque
A Wisecrop, a Heptasense, a Invisible Cloud, a Full Circle e a Uphill são os cinco projetos que tentaram, ontem, captar a atenção e o smartmoney de Pia d'Iribarne (Vice-Presidente da Accel Partners) na WE’BIZ Pitch realizada no Palácio da Bolsa, no Porto. Trata-se de uma nova ronda de investimento organizada pela ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários que integrou o calendário da semana Start & Scale organizada pelo ScaleUp Porto. e deu às cinco startups nacionais a oportunidade de reunirem a solo com a investidora francesa e captarem entre 330 mil e 3,4 milhões de euros de financiamento.
 
Facilitar a captação de investimento das startups portuguesas é a missão das sessões WE’BIZ Pitch, que viabilizam o cumprimento deste desígnio através da organização periódica de rondas de investimento com agentes privados e de capital de risco com intervenção em diferentes ecossistemas empreendedores. A ronda de financiamento foi operacionalizada através de encontro individuais que colocaram frente a frente cinco startups e Pia d'Iribarne (Vice-Presidente da Accel Partners), que levou a cabo um rigoroso processo de seleção dos pitch decks após mais de duas dezenas de candidaturas acolhidas na call lançada pela ANJE.      
 
Wisecrop, a Heptasense, a Invisible Cloud, a Full Circle e a Uphill sobressaíram no leque de empresas candidatas e beneficiaram de uma oportunidade privilegiada para captarem financiamento que viabilize a sua estratégia de expansão ou o próximo passo no mercado. Durante os 20 minutos de conversa com a investidora da Accel Partners, os empreendedores tiveram oportunidade de apresentar o seu projeto e recolher insights assertivos de uma investidora com vasta experiência no mercado, com especial enfoque nas marcas de consumo, nos produtos de software as a service e nos marketplaces.
 
Na opinião de Adelino Costa Matos, presidente da ANJE, “A WE’BIZ Pitch com Pia d'Iribarne trouxe às cinco startups escolhidas - Wisecrop, Heptasense, Invisible Cloud, Full Circle e Uphill – uma janela de oportunidade especial, uma vez que puderam reunir com uma das mais reputadas investidoras do universo europeu e que inclusivamente integrou o ranking ‘Forbes 30 Under 30 Europe: Finance’ em 2017”. “Pia d’Iribarne tem já uma importante pegada de sucesso no investimento em negócios com produtos SaaS e marketplaces, sendo considerada uma especialista nas duas áreas. Acreditamos, por isso, que além da possibilidade de injeção de capital, a investidora tem muito know-how para transmitir aos fundadores dos cinco negócios escolhidos, abrindo caminho para a sua expansão”, acrescenta o responsável.
 
A Accel Partners procura fundadores com um perfil único e acelera negócios em todos os estágios de crescimento. Slack, Spotify, Lynda.com são exemplos de sucesso que constam no portefólio de sucesso do investidor que movimentou mais 2,5 biliões de euros em investimentos nos últimos 12 meses, de acordo com a Dealroom. Na sua história, a Accel Partners conta ainda com um legado de mais de 300 operações de investimento concluídas, a partir das quais resultaram já 68 exits bem-sucedidas.
 
Recorde-se que a sessão com a investidora da Accel Partners consolida a aposta inicial efetuada pela ANJE na organização das sessões WE’BIZ Pitch com investidores de entidades como Octopus Ventures, HP Tech Ventures, High-Tech Grunderfonds, ABC Venture Gates, Partech Ventures, Rocket Internet, Telefonica, Founders Factory, Firstminute Capital, Caixa Capital Risc ou Earlybird Venture Capital. A WE´BIZ Pitch afirma-se ainda como o pontapé de saída de uma jornada empreendedora que se prolonga com a revelação dos desafios de manutenção da cultura empresarial inerentes ao processo de crescimento dos negócios na WE’BIZ Talk “Scaling Company Culture”.
 
AS CINCO STARTUPS SELECIONADAS PARA PITCH
 
Wisecrop – sistema operativo para agricultura baseado numa tecnologia inovadora de envio de dados sem fios que facilita e serve de suporte à tomada de decisão dos agricultores na sua rotina diária. No final, o software permite aos agricultores contarem com plantações mais eficientes, produtivas, sustentáveis e rentáveis.
 
Heptasense – startup tecnológica finalista do 19º Prémio do Jovem Empreendedor da ANJE responsável pelo desenvolvimento de vários produtos que apostam na análise comportamental de pessoas através de câmaras de videovigilância, permitindo antecipar ameaças de segurança e detetar padrões de comportamentos úteis aos gestores nos espaços públicos.
 
Invisible Cloud – startup responsável por desenvolver o Invisible Collector – solução que permite conhecer os clientes, saber em que tier estão classificadas as suas dívidas, quais os seus ciclos de recebimentos e a melhor altura para contactar no sentido de solicitar um pagamento. O Invisible Collector é, assim, um software que coloca credores e devedores na mesma página e fornece análises de desempenho em tempo real e fluxos de caixa preditivos.
 
Full Circle – startup responsável pelo desenvolvimento de uma plataforma que conecta pacientes com médicos, hospitais ou clínicas via computador, tablet ou smartphone e independentemente da sua localização. Aumentar a qualidade nos cuidados de saúde é o objetivo desta solução que introduz as consultas prestadas via vídeo como uma solução especialmente pertinente para doentes a residirem em áreas isoladas e com dificuldades no acesso ao cuidado de saúde.
 
Uphill - startup vencedora do 18º Prémio do Jovem Empreendedor da ANJE que desenvolveu um ecossistema de software dirigido para profissionais de saúde – UpSim. O UpSim facilita os processos de aprendizagem e certificação em ambiente de hospital com recurso a quatro soluções SaaS.
 
10.05.2018