PT | EN

+Empreendedorismo e +inovação em road-show

Logo%20e%20i

O Programa Estratégico para o Empreendedorismo e Inovação, também conhecido por +e +i, foi criado pelo Governo com o objetivo de estimular a capacidade empreendedora dos portugueses e apoiar empresas inovadoras, de vocação exportadora. Quem pretende conhecer melhor este projeto e todos os apoios nele incluídos poderá marcar presença numa das sessões do road-show de apresentação, que se encontra já a percorrer o país. As próximas paragens terão lugar nas universidades de Coimbra (14 de janeiro), Évora (17 de janeiro) e Porto (25 de janeiro).  

Promovido pelo  secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, Carlos Olievira, este road-show nacional tem por objetivo divulgar um conjunto de medidas promovidas pelo Programa Estratégico para o Empreendedorismo e a Inovação (+e+i), no âmbito dos seus quatro pilares fundamentais: o alargamento das competências da população; a dinamização da inovação; o estímulo ao empreendedorismo; e a promoção destes objetivos através de adequados instrumentos de financiamento.
 
Recorde-se que  Programa Estratégico para o Empreendedorismo e a Inovação (+e+i) é um programa coordenado pelo Ministério da Economia e do Emprego, aberto à sociedade civil, e tem como designíos o aumento da competitividade da economia nacional e a dinamização do tecido empresarial.
 
Os instrumentos de financiamento são a base deste projeto, cuja dinamização conta com o suporte de um conselho estratégico composto por notáveis figuras da nossa praça. Com a forte convicção de que o empreendedorismo e a inovação são aspetos prioritários para o aumento da competitividade da economia nacional e que exigem uma intervenção, o Governo avança com esta iniciativa, propondo-se construir uma nova realidade económica, competitiva e aberta ao mundo, alicerçada em conhecimento, inovação e capital humano altamente qualificado. 
 
De resto, com o +e+i, o Governo quer que, até 2020, Portugal esteja no grupo dos países líderes em termos de inovação e que, no mais curto prazo de tempo, promova o empreendedorismo, impulsionando as exportações e o emprego, sendo que este último será o principal indicador na futura avaliação do programa.
 
Informações adicionais no site http://www.ei.gov.pt
 
08.01.2013