PT | EN

ClimateLaunchpad: a maior competição mundial cleantech procura startups portuguesas

Facebook
Apoiar ideias de negócio que viabilizem a redução do impacto negativo no ambiente é a missão do ClimateLaunchpad. A competição dinamizada pela União Europeia em mais de 35 países é promovida em Portugal pelo UPTEC - Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, em parceria com a SPI – Sociedade Portuguesa de Inovação, e tem 17.500 euros para distribuir pelas três melhores ideias a concurso. As candidaturas encerram no dia 7 de maio.
 
O ClimateLaunchpad acolhe candidaturas de ideias de negócio para diferentes segmentos de intervenção. São exemplos: energias renováveis, eficiência energética, agricultura, água, transportes ou tecnologia industrial. Depois de ter recolhido cerca de 700 candidaturas no ano transato e investir um milhão de euros em novos negócios, o concurso regressa este ano com os mesmos propósitos: apoiar a gestão e validação de modelos de negócios, preparar empreendedores para o pitch perante investidores e facilitar o acesso à rede internacional de contactos da competição em mais de 35 países. 
 
Através da participação no concurso de ideias, os empreendedores garantem ainda a oportunidade de frequentar um bootcamp de dois dias que contempla um conjunto de benefícios estratégicos. A saber: sessões com um formador certificado, ações de mentoria, apresentação de negócios a um painel de especialistas nacionais e internacionais.
 
A final nacional do ClimateLaunchpad 2017 acontece no dia 22 de junho, no UPTEC, enquanto a final internacional vai terá lugar no Chipre, nos dias 17 e 18 de outubro. O vencedor da competição vai receber dez mil euros, já o segundo e o terceiro lugares vão arrecadar prémios de cinco mil e dois mil e quinhentos euros, respetivamente. As candidaturas para ideias portuguesas estão abertas até ao dia 7 de maio e podem ser efetuadas aqui
 
10.04.2017