PT | EN

Vibrações outonais no 32.º Portugal Fashion

Pfvibe

Quando já todos suspiram pelo fim da chuva e do frio, o 32.º PORTUGAL FASHION VIBE cumpre a natureza visionária da moda e antecipa as tendências Outono-Inverno 2013-14 em quatro dias de desfiles – 20, 21, 22 e 23 de março. No dia 20, o arranque do evento tem lugar em Lisboa, à semelhança das edições transatas. Para a capital do país, estão programados dois desfiles de jovens criadores do Espaço Bloom (dedicado a designers emergentes) – Susana Bettencourt e Hugo Costa, às 18h30, e Andreia Lexim, Estelita Mendonça e Daniela Barros, às 19h30, no Carpe Diem Arte e Pesquisa (Rua de O Século, 79, antigo Palácio Pombal) –, seguindo-se os desfiles dos consagrados Alves/Gonçalves (às 21h30, na Brand Gallery – Largo Vitorino Damásio, 1) e Fátima Lopes (às 22h30, no Convento do Beato).

 
A 32.ª edição do PORTUGAL FASHION, cujo tema é VIBE, prossegue nos dias 21, 22 e 23 de março no Edifício da Alfândega do Porto, com um total de 26 desfiles de jovens designers (Espaço Bloom), estilistas consagrados e marcas de vestuário e calçado. Vão ser apresentadas as novas coleções de Luís Buchinho (com a sua marca Knitwear), Felipe Oliveira Batista, Anabela Baldaque, Miguel Vieira, Katty Xiomara, Júlio Torcato, Ricardo Preto (com a marca Meam), Diogo Miranda, Teresa Martins (para a TM Collection), Carlos Gil e Luís Onofre, a quem cabe encerrar o 32.º PORTUGAL FASHION VIBE. Também merecem destaque os desfiles das marcas de vestuário Vicri, Lion of Porches e Dielmar, bem como as apresentações das marcas de calçado Nobrand, Fly London, Cohibas, Dkode, Goldmud + Alexandra Moura, J. Reinaldo e Silvia Rebatto.
 
Para o presidente da Comissão Executiva da ANJE, entidade organizadora do evento, “o 32.º PORTUGAL FASHION é uma demonstração de força e resiliência da Fileira Moda portuguesa. Numa conjuntura económica tão adversa, o PORTUGAL FASHION mantém um nível elevado de qualidade segundo os padrões internacionais e um programa de desfiles muito diversificado, que permite ao evento abarcar diferentes nichos da Fileira Moda. Por outro lado, continua a ser dada a oportunidade a jovens criadores de apresentarem os seus trabalhos, naquilo que é um contributo claro para a renovação geracional da moda portuguesa”, garante Manuel Teixeira. O mesmo responsável sublinha, ainda, que “a opção pela repartição dos desfiles entre Lisboa e Porto é o renovar da aposta num modelo ganhador”. De facto, acrescenta, “a presença na capital do país tem permitido uma visibilidade acrescida a novos criadores e um reforço da notoriedade internacional da marca PORTUGAL FASHION, sem beliscar a histórica ligação do evento ao Porto – centro nevrálgico da Fileira Moda no nosso país”. 
 
O PORTUGAL FASHION é um projeto da responsabilidade da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, desenvolvido em parceria com a ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, sendo atualmente financiado pelo QREN, no âmbito do Programa Compete – Programa Operacional Fatores de Competitividade. 
 
13.03.2013