PT | EN

ANJE associa-se ao lançamento do Prémio Nacional de Ourivesaria Elói Viana

Premio_img
Distinguir o espírito de iniciativa e projetos inovadores a despontar na área da joalharia e ourivesaria é o principal desígnio do Prémio Nacional de Ourivesaria Elói Viana. A competição organizada pela Câmara Municipal de Gondomar, a Imprensa Nacional-Casa da Moeda e a ANJE - Associação Nacional de Jovens Empresários tem candidaturas abertas até ao dia 30 de junho e vai distribuir prémios avaliados no montante total de 20 mil euros.
 
A assinatura do protocolo decorreu durante a Ourindústria 2018, realizada durante o mês de março em Gondomar. A competição procura recompensar projetos disruptivos, com viabilidade económica e financeira, perspetivas de crescimento sustentável e impacto significativo na criação de empresas e emprego qualificado no tecido empresarial local.
 
Para Carlos Brás, Vereador do Município de Gondomar, “O esforço do Município e dos parceiros envolvidos é apostar no futuro sem olvidar a memória, daí aproveitar a ocasião para homenagear quem dedicou toda uma vida a este setor, Elói Viana”, destaca o autarca. Paula Melo, Diretora Nacional da ANJE, acredita que o prémio “É uma excelente oportunidade para reforçar o contributo e o envolvimento da ANJE na transformação positiva e no desenvolvimento competitivo que Portugal está a viver na joalharia e ourivesaria”. 
 
Já Bárbara Vasconcelos, diretora das Contrastarias Nacionais, salienta o particular interesse no desenvolvimento da atividade da joalharia e ourivesaria em Portugal. A autenticação de artigos de metais preciosos, que desenvolve através do seu serviço de Contrastarias, é um instrumento vital para a proteção dos consumidores e a garantia dos padrões de qualidade da ourivesaria em Portugal.
 
O QUE ESTÁ EM DISPUTA NO PRÉMIO NACIONAL DE OURIVESARIA ELÓI VIANA?
 
Aberta à participação de todos os jovens com idade compreendida entre os 18 anos e os 41 anos e com projetos de criação de empresas ou empresas em atividades há 24 meses, a competição disponibiliza prémios avaliados em 20 mil euros. 
 
O vencedor do Prémio Nacional de Ourivesaria Elói Viana conquista oito mil euros de matéria-prima traduzidos em metal precioso, bem como a participação num showroom a organizar pela ANJE e numa formação avançada em Economia Digital ou Marketing Digital. O melhor projeto a concurso acede ainda automaticamente a dois anos de mentoring e consultoria especializada, dois anos de incubação física em regime de cowork e garante a atribuição graciosa de um stand de exposição na Ourindústria.
 
As candidaturas ao Prémio Nacional de Ourivesaria Elói Viana podem ser apresentadas até ao dia 30 de junho junto do endereço desenvolvimento@cm-gondomar.pt. Os candidatos devem preencher os seus dados pessoais, redigir a proposta técnica em língua portuguesa ou inglesa e contemplar obrigatoriamente os dois anexos associados e mencionados no regulamento da competição devidamente preenchidos.
 
02.04.2018