PT | EN

Portugal Fashion leva moda lusa a Paris

Fatimalopes_013b

O Portugal Fashion regressou à Semana de Prêt-à-Porter de Paris, com três nomes nacionais já incontornáveis no calendário da capital mundial da moda. Fátima Lopes surpreendeu com as suas propostas primavera/verão 2013, um registo muito pessoal apresentado no dia 25 de setembro, no Théâtre du Châtelet. No mesmo dia, Luís Buchinho tomou conta do Espace BMCS para revelar uma coleção gráfica de cores quentes. Felipe Oliveira Baptista escolheu o Lycée Buffon para dar a conhecer as propostas que continua a desenvolver em nome próprio. O desfile do criador que assume a direção criativa da Lacoste aconteceu a 26 de setembro, sob inspiração dos movimentos de hip hop e da criatividade dos grafitis.

Prints de flores e pássaros tropicais ilustram uma coleção inspirada na ilha da Madeira e na infância aí vivida por Fátima Lopes. “Luxuriant Paradise” foi o título escolhido para intitular esta reminiscência de “uma infância feliz, livre e de fantasia”. Partindo destas lembranças, a designer desenvolveu um trabalho de “emoções e sentimentos exacerbados”, que apresentou como a grife “mais pessoal e íntima” que alguma vez lançou. 
 
Fátima Lopes afirma ainda tratar-se de uma coleção “estruturada, arquitetural e um pouco futurista”. A criadora madeirense destaca sobretudo “as formas justas, os volumes, as golas muito trabalhadas e os recortes florais gráficos, que lembram os caleidoscópios da nossa infância”. A ideia de caleidoscópio é reforçada pelas cores resplandecentes utilizadas: rosas flamejantes, azul real e verdes vivos. Uma paleta vibrante que surge misturada com “os negros e os azuis do fundo do mar”, transmitindo a mensagem de que “até o paraíso tem limites”. 
 
 

Das formas geométricas de Buchinho ao grafitis de Oliveira Baptista

Buchinho_felipe

uis Buchinho, por sua vez, antecipou o próximo verão com “formas geométricas puras, assimetrias e efeitos gráficos em planos contrastantes”. A fonte de inspiração do criador portuense foram “os elementos da linguagem moderna da arquitetura”, que deram origem a uma “estética focada nos detalhes de construção e no rigor técnico”. Algodão stretch, viscose, tafetá, chiffon e cetim de seda de diferentes densidades e texturas são os materiais selecionados pelo criador. Através deles, Luis Buchinho constrói “linhas retas, formas estruturadas sofisticadas e femininas, trabalhadas em cortes anatómicos e acentuadas pelo uso de microplissados”. O resultado é uma coleção “forte, cosmopolita, gráfica, elegante, feminina e intemporal”. O designer acrescenta ainda que, nestas propostas estivais, “a cor serve a forma, tanto nos estampados, como nas suas utilizações em bloco”. Magenta, rosa, coral, laranja e vermelho são as opções cromáticas em evidência. 

Por fim, Felipe Oliveira Baptista presenteou Paris com “uma explosão de cor e felicidade”, através da coleção intitulada “Masters of Ceremony”. O mundo do hip hop e dos grafitis inspirou silhuetas de proporções “boyish”, que visam traduzir a “tensão entre o masculino e o feminino, o hard e o soft”. O criador radicado na capital francesa utilizou texturas de favo de mel, em tons de branco, marinho e caqui, para sofisticar a aparência desportiva dos coordenados. Formas de “simplicidade extrema” são, nas palavras do próprio, “percorridas por fendas assimétricas, como lacerações”, que deixam transparecer a pele. Entre os materiais incluem-se pele, algodão, crepe de seda e tecido translúcido de seda e nylon. 

Criadora do Espaço Bloom no showroom Zip Zone

Na sua 26ª passagem por Paris, o Portugal Fashion apoiou também a participação da jovem criadora do Espaço Bloom Daniela Barros no conceituado showroom Zip Zone, que decorreu de 28 de setembro a 1 de outubro. Um sinal do potencial criativo e da capacidade de renovação da moda portuguesa que o Portugal Fashion procurou transmitir aos diversos players do circuito internacional de moda, concentrados por aqueles dias em Paris. 

Daniela Barros conta que a coleção promovida neste showroom “é inspirada nas dakinis, figuras femininas da mitologia tibetana”. Justaposição de silhuetas, ambiguidade de materiais, estampados sobrepostos e elementos metálicos compõem as sugestões da designer para o verão de 2013. Formada pela Escola de Moda do Porto, Daniela Barros teve já a oportunidade realizar showrooms na Galerie Joseph e no salão Who's Next, ambos em Paris, tendo efetuado recentemente um desfile em Maastricht, na Holanda, no âmbito da iniciativa Fashionclash 2012. 
 
Organizado pelo grupo inglês homónimo, o Zip Zone proporciona aos designers ótimas condições de exposição e apresentação das respetivas propostas às grandes centrais de compras mundiais, às maiores cadeias internacionais de pronto-a-vestir, às boutiques multimarca das principais capitais do mundo e à imprensa especializada. De resto, a iniciativa beneficia de toda a dinâmica decorrente da Semana de Prêt-à-Porter de Paris, que reúne apresentações de casas e criadores tão prestigiados como Louis Vuitton, Chanel, Stella McCartney, Jean Paul Gaultier ou Hermès. A aposta do Portugal Fashion naquela que é a maior e mais importante semana de moda do mundo proporciona, pois, aos estilistas nacionais uma excelente oportunidade de promoção à escala global. 
 
01.10.2012