PT | EN

Concurso Bloom Portugal Fashion aposta em nove jovens designers

Emp_8_20131026_1428040377

O Portugal Fashion lança, na próxima edição nacional do evento, entre os dias 26 e 29 de março, nove jovens promessas da moda nacional. São os finalistas do Concurso Bloom, renovada competição dirigida aos novos designers, que recebeu um total de 111 candidaturas. Depois de apurar 12 designers para a segunda fase do certame, e motivado pela qualidade dos coordenados então produzidos, o júri selecionou para a prova final - uma apresentação a decorrer no Espaço Bloom - mais um criador, além dos oito inicialmente previstos. Os quatro vencedores, que serão conhecidos durante o próximo Portugal Fashion, beneficiam de apoio financeiro e estratégico com vista à entrada no circuito profissional da moda. 

Ana Catarina Santos, Ana Sofia Vicente, António Joaquim Soares, Eduardo Amorim, Filipe Martinho Costa, João Rôla, Mara Flora Costa, Pedro Neto Pereira e Teresa Sofia Carvalheira são as primeiras confirmações no calendário da edição outono/inverno 2014-15 do Portugal Fashion. Oriundos de todo o país, os nove finalistas do Concurso Bloom têm idades compreendidas entre 19 e 26 anos, assumindo ainda como denominador comum a formação especializada na área do design, sendo a licenciatura em Design de Moda a mais frequente. Diversificadas, mas dignas de nota, são as múltiplas colaborações com empresas têxteis e criadores consagrados que enriquecem os currículos de todos estes jovens criadores. 
 
“O amadurecimento do projeto Bloom, enquanto plataforma responsável pelo apoio e promoção dos novos talentos da moda portuguesa, reflete-se, em boa medida, no sucesso do concurso que estamos prestes a concluir”, afirma Miguel Flor, coordenador do Bloom. O designer que, na estrutura do Portugal Fashion, assume a responsabilidade pelos novos talentos revela-se também surpreendido com a adesão do certame e, sobretudo, com a qualidade dos candidatos. “O facto de o júri acabar por selecionar nove finalistas em vez dos oito pré-definidos em regulamento é, por si só, revelador do nível das candidaturas que recebemos. A irreverência das propostas, a escolha de materiais inesperados e a fundamentação de todas as escolhas através de inspirações bastante ecléticas deram-nos provas da preparação e da competência destes finalistas. Estamos certos de que, com o suporte do Portugal Fashion, os quatro vencedores desta competição vão encontrar o seu lugar no mercado”, acrescenta. 
 
Apoio técnico, financeiro e promocional 
 
Os finalistas do Concurso Bloom têm agora a missão de conquistar a equipa técnica de seleção com a conceção de quatro coordenados, integrados no conceito que apresentaram na candidatura submetida em novembro de 2013. No final do desfile, serão revelados os vencedores, com atribuição de quatro classificações. Os designers reconhecidos têm acesso a um conjunto de apoios de ordem financeira, técnica, promocional e estratégica. Além da apresentação da coleção no Espaço Bloom Portugal Fashion, em outubro de 2014 e em março de 2015, usufruem de um incentivo financeiro de mil euros para criação e desenvolvimento dos respetivos trabalhos.
 
Recorde-se que concurso encontrava-se aberto a jovens entre os 18 e os 35 anos, residentes em Portugal e com formação académica nas áreas da moda, confeção e/ou design. Para concorrer, era necessário submeter um dossier original,  nunca apresentado em público, reunindo o "curriculum vitae", o tema ou conceito das propostas, a memória descritiva, o painel de ambiente e a paleta de cores e materiais utilizados. Os candidatos integravam também, na sua candidatura, croquis ilustrados e descrições das técnicas referentes aos quatro coordenados candidatos, realçando, através de legenda, as características essenciais para a boa interpretação de cada peça.
 
A aposta em jovens criadores é, sem dúvida, um dos pilares da estratégia do Portugal Fashion. O projeto quer ser, cada vez mais, um trampolim para talentos emergentes, de forma a renovar o panorama da moda nacional e a facilitar a integração de novos designers na cadeia de produção e distribuição. A dinamização de concursos dirigidos aos novos talentos teve início em 2004 e já foi responsável pelo lançamento no mercado de nomes como Filipe Trindade, Pedro Pinto, Diogo Miranda e, mais recentemente, Andreia Oliveira, Carla Pontes, João Melo Costa e Elionai Campos. 
 
O Portugal Fashion é um projeto da responsabilidade da ANJE - Associação Nacional de Jovens Empresários, desenvolvido em parceria com a ATP - Associação Têxtil e Vestuário de Portugal e atualmente financiado pelo QREN - Quadro de Referência Estratégico Nacional, no âmbito do Compete - Programa Operacional Fatores de Competitividade.
 
 
03.02.2014