PT | EN

ANJE promove o negócio da moda em Londres e Copenhaga

Scoop
A ANJE promove a participação de seis criadores nacionais na Scoop International Fashion Show 2013, entre os dias 21 e 23 de julho, em Londres. O conceituado Luís Buchinho, os emergentes Diogo Miranda e Susana Bettencourt e ainda as jovens promessas Carla Pontes, Daniela Barros e Teresa Abrunhosa asseguram a representação lusa no conceituado certame inglês. Esta será, na verdade, a primeira investida do projeto Estratégia para o Mercado Global 2013, no âmbito do qual a associação responsável pela organização do Portugal Fashion levará também a moda portuguesa ao certame Vision Copenhaga, a decorrer entre os dias 8 e 10 de agosto. Paris e Viena são os mercados eleitos para completar este roteiro pelas feiras internacionais do setor.
 
Por interposto de uma concertada aposta na projeção comercial da moda portuguesa, o projeto Estratégia para o Mercado Global 2013 visa apoiar um conjunto de criadores que, uma vez aplicados na expansão das respetivas etiquetas e na profissionalização das suas atividades, contam já com uma estrutura profissional definida e uma empresa formalmente constituída. Trata-se, pois, da consolidação de um conjunto de propósitos associados à aproximação entre designers e indústria têxtil e ao fomento do empreendedorismo no setor da moda que a ANJE, no âmbito do Portugal Fashion e de outros programas complementares, vem prosseguindo há já longa data.
 
Centrando-se no mercado global e nas estratégias que o mesmo dita, o novo projeto da associação dos jovens empresários propõe às empresas participantes a atuação em rede, no sentido de juntas alcançarem um reforço de competitividade. Reforço esse que se pretende capaz de alavancar os resultados inerentes à participação em certames internacionais de referência para o setor. Através da combinação de diferentes registos e estilos, a ANJE acredita multiplicar as possibilidades de promoção dos criadores nacionais, junto de outros criadores, cadeias de lojas, agentes de compras, distribuidores e até consumidores de todo o mundo. Esta atuação em rede, associada a uma série de outras vantagens, nomeadamente financeiras, será particularmente importante para os jovens criadores, mais carentes de notoriedade e ferramentas promocionais.  
 
Além da participação nos melhores certames setoriais, o projeto Estratégia para o Mercado Global 2013 aposta no acompanhamento e facilitação dos processos de internacionalização das empresas participantes, numa lógica informativa e integradora, sustentada no acesso a novas redes de contactos. A ANJE ambiciona ainda, por esta via, contribuir para a diminuição das dificuldades sentidas pelas empresas na hora de colocar os seus produtos no estrangeiro, assim como para a promoção da atividade das empresas de confeção que com elas trabalham na conceção das suas propostas de vestuário. 
 
Das 400 etiquetas de Londres à vitrine dinamarquesa 
 
Divididas entre a Phillips Gallery (Carla Pontes, Daniela Barros e Teresa Abrunhosa) e a Saatchi Gallery (Diogo Miranda, Luís Buchinho e Susana Bettencourt), as empresas portuguesas de moda estarão representadas pelos seus criadores na mais dinâmica e conceituada feira da Europa, entre os dias 21 e 23 de julho. Criada em 2011, a Scoop International Fashion Show reúne, na edição Primavera/Verão 2014, cerca de 400 coleções de marcas e designers das áreas de vestuário, acessórios, joias e calçado. Apresentando um conceito tradicional de “boutique womens tradeshow”, este certame internacional prima pela diversidade de produtos expostos, resultado de uma mistura de criadores e marcas conceituadas com talentos contemporâneos, pontuados ainda por alguns referências da pintura, da escultura e da instalação artística. 
 
Já na capital dinamarquesa a renovada feira Vision decorre entre os dias 8 e 10 de agosto e a representação nacional é assegurada uma vez mais por Luís Buchinho, Susana Bettencourt e Carla Pontes, aos quais dessa feita deverão juntar-se Anabela Baldaque e Hugo Costa. Organizada pela Exhibition Professionals, a segunda edição da feira internacional de moda terá lugar na Lokomotivværkstedet e identifica o design escandinavo como tema central dos trabalhos expostos por criadores e marcas provenientes de vários pontos do mundo. Definindo a aproximação da criatividade e do comércio como um propósito claro, a Vision resulta da fusão entre as feiras CPH Vision e Terminal 2, consumada em agosto do ano transato. A feira internacional de Copenhaga é agora reconhecida como uma plataforma de negócios estruturada em diferentes áreas temáticas, com linguagens e atores específicos. “Shine”, “Seek”, “Dawn”, “Private”, “Free” e “The Boiler” são os bairros formados no interior do certame para expor as melhores marcas contemporâneas do mundo.
 
Além da diversidade de marcas e nacionalidades representadas, a valorização dos jovens produtores é também uma das bandeiras da Vision 2013, sendo o espaço “Dawn” aquele que está reservado aos novos talentos. Em stands individuais, Carla Pontes, Hugo Costa e Susana Bettencourt poderão ali beneficiar de um ecossistema catalisador da renovação do circuito de moda internacional, com projeção global e múltiplas oportunidades para a formulação de novos negócios. 
 
O “Estratégia para o mercado global 2013” é um projeto da responsabilidade da ANJE - Associação Nacional de Jovens Empresários, desenvolvido em parceria com a ANIVEC – Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção e atualmente financiado pelo QREN - Quadro de Referência Estratégico Nacional e pelo FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, no âmbito do Compete - Programa Operacional Fatores de Competitividade.
 
19.07.2013