PT | EN

ANJE atribui Prémio Carreira a Diogo Vasconcelos

Homenagem%20diogo%20vasconcelos

O Prémio Carreira da ANJE foi, nesta edição, atribuído postumamente a Diogo Vasconcelos, referência maior do movimento empreendedor português. A distinção foi entregue pelo Presidente da República ao pai do homenageado, António Vasconcelos, durante a cerimónia do Prémio do Jovem Empreendedor

No momento em que comemora 25 anos de atividade, a associação presta assim tributo a um dos seus fundadores e a uma das personalidades que mais dinamizaram a iniciativa empresarial no nosso país. “O Diogo Vasconcelos foi um empreendedor na cabal aceção da palavra e, por isso, alguém que, ao longo da sua breve mas intensa vida, soube encarnar plenamente os valores que a ANJE defende, valoriza e divulga”, salienta o presidente da associação, Francisco Maria Balsemão. “A ANJE considera um privilégio ter podido contar com a colaboração do Diogo Vasconcelos, quer enquanto vice-presidente, quer enquanto pessoa que esteve sempre muito próxima do quotidiano da associação”, acrescenta o presidente da ANJE. 
 
“Faz, pois, todo o sentido e é de inegável justiça a ANJE atribuir, postumamente, o Prémio Carreira a Diogo Vasconcelos, procurando, também assim, que o seu legado em prol do empreendedorismo, da inovação e da Sociedade de Informação seja devidamente valorizado e transmitido às gerações vindouras”, conclui Francisco Maria Balsemão. Importa referir, a propósito, que o Prémio Carreira tem sido entregue a personalidades de reconhecido mérito no mundo empresarial português, como Belmiro de Azevedo e Salvador Caetano. 
 
Diogo Vasconcelos nasceu em 1968, no Porto, e licenciou-se em Direito na Universidade Católica. Iniciou a sua atividade profissional como jornalista, tendo, por exemplo, fundado e dirigido a revista Ideias & Negócios. Exerceu igualmente cargos políticos: foi vice-presidente do PSD, porta-voz do partido para a Sociedade de Informação, consultor da Presidência da República para os assuntos da Sociedade do Conhecimento e fundador e presidente da UMIC (Unidade de Missão Inovação e Conhecimento). Assumiu também a presidência da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento e Comunicação e lançou as iniciativas Campos Virtuais, Biblioteca do Conhecimento, Banda Larga nas Escolas e Portal do Cidadão. Foi ainda o mentor e presidente do projeto Dialogue Café. O presidente Jorge Sampaio distinguiu-o com a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique, pelo trabalho desenvolvido em prol da Sociedade do Conhecimento e da promoção do empreendedorismo. Era diretor sénior da Cisco Internacional, desde 2007. Faleceu em julho de 2011. 
 
02.03.2012