PT | EN

Roteiro do empreendedorismo criativo

72%20sede%20anje

A VI jornada do Roteiro para a Juventude apelidada "Os Jovens nas Indústrias Criativas: Inovar para Crescer" cumpriu-se nos dias 24 e 25 de fevereiro. Trata-se de uma iniciativa da Presidência da República à qual a ANJE se associou no quadro da sua missão institucional, mais concretamente do seu compromisso de incentivar, apoiar e promover o empreendedorismo português. À luz deste desiderato, a associação surgiu como parceira de mais um roteiro temático da Presidência da República, desta feita por 11 empresas nortenhas do cluster das indústrias criativas: Aldeco, Atelier Balonas & Menano, Atelier des Créateurs, Atelier Paulo Lobo, Casa do Conto, FEPSA, Katty Xiomara, Luís Onofre, Miguel Vieira, Opo’Lab e Viarco. O périplo arrancou em Oliveira de Azeméis, passou por São João da Madeira e terminou na cidade do Porto. 

Com mais este roteiro temático, o Presidente Cavaco Silva e a ANJE visaram sensibilizar os decisores públicos, as instituições públicas e privadas, as empresas, a academia, a comunicação social e a sociedade civil em geral para a importância estratégica do setor cultural e criativo português. A ideia é valorizar publicamente e dar maior visibilidade a um setor com um impacto crescente na economia portuguesa, não apenas pela riqueza e emprego que cria, mas também pelo valor que gera noutros setores, ao aumentar a intensidade da inovação, do conhecimento e da criatividade. Lembramos, a propósito, que, em junho de 2010, a ANJE participou na V jornada do Roteiro para a Juventude – «Empreendedorismo Jovem: Criatividade e Inovação». 
 
Agora, e entre outros contributos, a associação enriqueceu o novo roteiro com uma Mostra das Indústrias Criativas, realizada na sede nacional da ANJE, sábado, 25 de fevereiro. No âmbito desta mostra, um conjunto de 12 pequenos projetos do setor apresentaram os seus produtos/serviços, as suas estratégias competitivas, os seus conceitos inovadores e as orientações estéticas. No fundo, tratou-se de dar a conhecer, num ambiente informal, a identidade empresarial de organizações que se diferenciam pela aplicação de conhecimento, tecnologia e talento criativo nos seus negócios. A mostra culminou com um desfile de moda nos jardins da ANJE, organizado no âmbito do Espaço Bloom, um projeto integrado no evento Portugal Fashion, que visa apoiar jovens criadores.
 
Para analisar e discutir questões relacionadas com as indústrias criativas, teve igualmente lugar na sede da ANJE, no dia 25, um almoço-debate. A intenção neste caso era dar a oportunidade a um representante de cada subsetor das indústrias criativas de expor as suas ideias, expectativas e preocupações. A partir do mosaico de opiniões veiculadas foi possível ter uma visão panorâmica de cada subsetor e conhecer, em particular, as respetivas vantagens e desvantagens competitivas. 
 
01.03.2012