PT | EN

ANJE apoia jornada de empreendedorismo social

21
A ANJE colaborou uma vez mais com a Presidência da República na execução de uma jornada dedicada ao empreendedorismo. A iniciativa, desta feita subordinada ao empreendedorismo de vocação social, aconteceu durante a passada quinta-feira, 12 de dezembro, no Porto, e contou com o envolvimento direto de cerca de 50 empreendedores. Jovens que, de acordo com Cavaco Silva, “têm consciência do papel que lhes cabe no desenvolvimento económico e social do nosso País”.  
 
Intitulada "Empreendedorismo Social e o Desenvolvimento Económico", esta jornada foi integrada na iniciativa “Os Jovens e o Futuro da Economia”, que no passado mês de fevereiro aconteceu no Palácio de Belém. Depois de, em setembro último, trazer para o exterior essas reflexões e visitar um conjunto de empreendedores de sucesso, o Presidente da República aceitou o desafio da ANJE e do Grupo de Trabalho sobre Empreendedorismo Social (criado também no encontro de Belém) para vir visitar no terreno empresas e empreendedores sociais. 
 
O programa da jornada teve início no Centro CAIS do Porto, onde foi apresentado o projeto CAIS Recicla. Seguiu-se a visita ao Social Spin, um centro de incubação de projetos de empreendedorismo social, instalado no Campus Asprela da Universidade Católica do Porto. O Presidente da República rumou depois às instalações do projeto SAOM - Serviços de Assistência Organizações de Maria, onde esteve reunido com cerca de 30 empreendedores, primeiro numa reunião de trabalho, onde foram lançados vários tópicos de reflexão, e depois num almoço, onde também houve lugar para a apresentação de projetos e testemunhos. 
 
A tarde do Presidente da República foi depois passada na Biblioteca Almeida Garrett, que culminaria com a apresentação de um Manifesto para o Empreendedorismo Social, bem como de uma versão avançada do Plano Infante, apresentada em setembro pelo Grupo de Empreendedorismo Empresarial, liderado pela ANJE. Recebido nos jardins do Palácio de Cristal pelo Presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, Cavaco Silva teve, de seguida, a oportunidade de conhecer ao pormenor o projeto ColorAdd. O código de cores criado por Miguel Neiva com vista à inclusão de 350 milhões de pessoas em todo o mundo que sofrem de daltonismo foi o mote para a visita a uma mostra de empresas e projetos sociais. 
 
No auditório, onde durante toda a tarde decorreu uma conferência com apresentações de casos e espaços de debate, Cavaco Silva recebeu do presidente da ANJE, João Rafael Koehler, uma mensagem de clara responsabilização dos jovens empresários em matéria de criação de valor social para o País. Seguiu-se o testemunho de Ivo Santos, presidente do Conselho Nacional de Juventude, e a apresentação do Mapa de Inovação e Empreendedorismo Social, assegurada por Isabel Lopo de Carvalho. A maior rede de empreendedorismos social da Europa (ESLIDER) deu-se também a conhecer, na pessoa de Carlos Azevedo, que preparou terreno à proposta do grupo de trabalho de Empreendedorismo Social. Filipe Alves e Miguel Muñoz Duarte lançaram então o Manifesto “Shared Value Nation”, que ambiciona a promoção desta tipologia de empreendedorismo por via da criação de valor partilhado para a sociedade. 
 
Cavaco defende reforço da ligação entre a sociedade civil, as universidades e as empresas
 
O Presidente da República revelou-se convicto de que a jornada de empreendedorismo social promovida salienta “a importância que os jovens assumem no desenvolvimento do País, do papel da sua criatividade e inovação na economia nacional, mas também no seu impacto social”. Apraz-me sublinhar que esta Geração respeita o legado da Geração anterior e como conjugando-o com criatividade, inovação e empreendedorismo, o resultado é a excelência”, acrescentou Cavaco Silva. Preocupado com o êxodo do talento nacional e com a ainda débil relação entre o mundo académico e o mundo empresarial, o Presidente da República deixou uma mensagem direta quanto ao caminho a seguir: “Portugal tem de reforçar esta ligação entre a sociedade civil, o mundo académico e o mundo empresarial. É uma ligação em todos saem a ganhar”.
13.12.2013